sexta-feira, novembro 21, 2014

Cebola

Apesar de estar a viver uns tempos atribulados em vários sentidos. Não consigo deixar de pensar que estou a soltar camadas a caminho da renovação.  A questão é que para mim não é fácil manter a objectividade e não sei qual parte disto é realidade e qual parte disto é desejo. Tem de se ser assim. Não pode ser de outra forma. Está demasiada coisa a cair e a ser posta em causa. Tudo terá de ter um sentido. Se calhar não basta apenas escutar as palavras ou ver o que está a acontecer. Vai ser importante ler sinais que não estão nas coisas evidentes. Mas jurei a mim mesmo que se a aprendizagem é a paciência, não me vou precipitar. Vou ter calma. Não sou grande especialista em ter calma. Não sou uma ode à calma, antes pelo contrário, porque preciso de organização e quero ver sempre tudo a fluir, os encaixes no sítio. Daí que seja subtil como uma ceifeira debulhadora motorizada.  Devia preocupar-me com o motor. Apenas com o motor. Está a ser uma aprendizagem daquelas.

2 comentários:

Ricardo Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Homem, Homossexual e Pai disse...

concordo que aprendizagem é paciencia, mas como vc eu tenho muuuuuita dificuldade de controlar-me e me manter calmo, BOA SORTE!