quinta-feira, maio 18, 2017

Colega tiazorra porreiraça XI

«O menino quer ser transferido porque não o deixam ser eficiente? O menino é um idealista. Eu pedi muitas vezes transferência de serviço mas só porque me davam mais dinheiro. Eu cá sou como as putas, vou sempre com quem dá mais.»

Parece que é, mas não é

Cruzei-me com uma das senhoras mais velhas do meu departamento e quando ela me perguntou se eu já tinha almoçado, respondi-lhe. «Ainda não comi. Agora vou ali à casa de banho buscar uns toalhetes húmidos para lavar os meus tomates».

Ps. Eu adoro comer tomates crus (como fruta) e fazem parte dos meus almoços muito comummente. 

Descobertas fascinantes... (ou não)

Descobri, por causa da história do descongelamento de carreiras da função pública, que estou no topo da carreira de técnico superior há uns . E esta hein?

terça-feira, maio 16, 2017

Isto não é bom

Ando a cantar canções da Mariah Carey desde manhã, não me aparecem outras no pensamento...

Quando a nossa alma vive também em outro corpo

Metade da minha alma vive fora do meu corpo. É parte de uma amiga que me completa como nunca ninguém. Não vou aqui falar de amor porque a nossa ligação transcende o amor e a amizade. É compreensão pura. Eu sei-a e ela sabe-me. 

O corpo da minha amiga está a ser atacado por um cancro. Tomar consciência disso foi como ter levado um pontapé na cabeça. Se eu a perdesse, perderia parte do que sou de forma irreparável e irrecuperável. Mas não a vou perder. Sempre fomos parte de minorias e ela será também parte da minoria que conquista a doença que a ataca. 

O meu coração está pesado e apertado, mas a metade dele que vive dentro dela vai dar tudo o que tem. A alma que partilhamos ainda há-de ser velhinha na presença dos dois. 

segunda-feira, maio 15, 2017

Rei Artur: A lenda da espada

Comecemos pelos pontos positivos. O protagonista é lindíssimo, os cenários são giros, o guarda-roupa giro e adequado.O argumento é fraco e não se aguenta por si só. Se não fosse o entretenimento constante dos efeitos especiais não tínhamos quase nada (mas a serpente gigante é tão assustadora como uma Nossa Senhora de Fátima comprada na loja do chinês). No geral fraco.


11/20 

quinta-feira, maio 11, 2017

Ontem fiz anos...

Ontem fiz 43 anos e hoje (para não ficar a engordar com os doces) trouxe o enorme pedaço de bolo que sobrou do jantar para os colegas, Como não me apetecia dizer que fiz anos ontem, pedi à secretária do departamento que dissesse que alguém tinha trazido bolo e que estava na sala de reuniões. 

Ela escreveu «o nosso pequeno irreverente» trouxe bolo de aniversário para todos. Passado uns minutos começaram a vir pessoas ao meu gabinete para dar-me os parabéns. Descobre-se assim, que grande parte do meu departamento acha que eu sou irreverente. Mas a razão até nem é má. Diz-se que é porque demonstro um total desrespeito por convenções sociais e hierárquicas no local de trabalho e toda a autoridade que contribui para opressão dos trabalhadores. 

Dito assim pareço quase comunista, mas que conste que desprezo solenemente o PCP ( e grande parte dos comunistas com as devidas excepções), esse grupo de marmanjos que foi o único partido português a não condenar os campos de concentração para gays na Tchechénia.  Deve ser para não irritar o amigo Putin (alguém tem algo em comum com o Trump).

segunda-feira, maio 08, 2017

Guardiões da Galáxia 2

Qualquer pessoa que viveu os anos 80 tem de adorar os Guardiões da Galáxia. O sentido de humor é do melhor e depois do fenómeno Deadpool, este capítulo da saga é ainda mais politicamente incorrecto. Um verdadeiro filme de entretenimento, com alguns momentos enternecedores também. Venham mais capítulos.

16/20 

Amigs amigos, telemóveis à parte.

Ainda bem que me dou ao trabalho de ler a sinopse dos filmes que estreiam porque com este título parece uma comédia barata para adolescentes. O título original é «Perfeitos desconhecidos» e é um filme interessantíssimo sobre o efeito "caixa negra" dos telemóveis na nossa vida. 

Um grupo de amigos (desde a adolescência) durante o jantar resolve fazer um jogo. Todos colocam o telemóvel em cima da mesa e durante a refeição sempre que entrar uma mensagem, ela tem de ser partilhada com os restantes e se for uma chamada tem de ser atendida modo alta voz.

Posso dizer que o filme sofre diversos twists com um final bastante interessante, mas a linha de fundo é que ninguém é inocente, todos nós temos segredos - variando estes em complexidade e grau de inocuidade. Gostei mesmo muito.


18/20

domingo, maio 07, 2017

Fui à Conga...

Dois anos depois da última vez voltei à Conga. Mas afinal parece que aquela Conga era uma Fonda. Seja lá o que for que aquilo era, difere fortemente da festa alternativa que frequentei anos e que deixei de ir apenas por causa da operação à coluna e depois por falta de oportunidade.

Para além do sítio ser pavoroso (Main antiga Kapital) a qualidade do som estava péssima, os set de DJ eram confusos sem coerência, havia slows a passar em hiperspeed, as passagens de música feitas de forma amadora. 

Sinceramente não acho que esta festa valha 10 euros sem ter direito a uma bebida para afogar as mágoas. Não sei o que se passou nestes dois anos em que estive ausente, mas o resultado é de longe muito mau. 

terça-feira, maio 02, 2017

Afinal o Limão não está gordo


Duas vezes por semana tenho escovado o gato e tenho-me apercebido de que ele, afinal, continua com o corpo idêntico. Nunca vi um Europeu Comum com tanto pêlo. É um pesadelo de pêlo por toda a casa. Se ele não gostasse de ser escovado nem quero imaginar.

Das melhores que vi nos último tempos...


Killers

If video killed the radio star and reality killed the video star, who killed the blog star?

Curso de Excel Intermédio

Por conhecer as potencialidades do EXCEL (uma colega trabalha mesmo bem com o programa e faz coisas estupendas) pedi para fazer uma formação de EXCEL intermédio. Os recursos humanos mandaram-me um teste para eu fazer. Se eu conseguir fazer aquelas coisas, já tenho o nível intermédio. Eu consigo fazer todas aquelas coisas que são... básicas. Ora se isto é o EXCEL intermédio, não sei como se chamarão os outros níveis. entre este e o avançado devem existir uns 15. Se calhar é só mesmo os recursos humanos a tentarem reduzir o número de pessoas a participar na formação para pagarem menos. 

sexta-feira, abril 28, 2017

quarta-feira, abril 26, 2017

Outcast... a série.

Comecei a ver, e devorei em dois dias, todos os episódios disponíveis da série Outcast. Abomino os personagens principais de uma forma que não tem explicação e a grande mais valia da série é criar-nos a expectativa de que algo vai acontecer. Ao fim de 11 episódios, continuo a não achar grande sentido na série e à espera do episódio 12 para ver se é ali que vai acontecer algo que valha a pena. Há forma e forma de prender o espectador e está será, certamente, uma delas.

Quem gosta de possessões e afins vai achar alguma piada a esta série.

segunda-feira, abril 24, 2017

Mogli knows best...

Eu uso o necessário.  Somente o necessário.  O extraordinário é demais.

Marcelo rock star



sexta-feira, abril 21, 2017

quinta-feira, abril 20, 2017

Reacções adversas

A organização onde trabalho está, de certeza, a transmitir-me sarampo profissional. 

Lol...


quarta-feira, abril 19, 2017

O Sr. Ciclista que provocou um acidente

Ia eu de mota na Ribeira das Naus quando um ciclista entra pela passadeira a pedalar. O problema é que eu já estava a meio metro da passadeira e mesmo a 40km/h bati-lhe apesar de ter travado. Ele caiu da bicicleta feriu os cotovelos e bateu com as costas. porque não queria parecer um tubarão. Deixei que viesse a ambulância, a policia disse que recolhia dados no hospital sobre a seguradora dele e tudo isso. Hoje fui buscar o auto do acidente à polícia e descubro que não há seguradora e que provavelmente tenho de ser eu a pagar a pintura da mota e o manipulo do travão que se partiu.  Um tipo provoca um acidente e ainda se vai sair a rir. Descobri entretanto os meus níveis de ansiedade disparam quando vejo ciclistas ou outros motociclista na estrada. A ver se isto me passa ou a experiência de conduzir uma mota em Lisboa vai ser mesmo penosa.  

segunda-feira, abril 17, 2017

Tatuagem feita

Acabou por ficar um bocadinho maior do que eu imaginava e um bocadinho mais evidente. Espero que o seu significado proteja a perna onde foi feita. A minha mãe não reagiu mal, suponho que o trabalho não estará nada de escandaloso.

quinta-feira, abril 13, 2017

O cabeleireiro da cunhada

A minha cunhada, que é cabeleireira, resolveu lançar-se por conta própria. Nasceu um empreendimento familiar que obrigou, em apenas uma semana, a transformar um armazém de roupa num salão sofisticado, todos ajudamos até a minha sobrinha quis pintar um corrimão e uma ombreira de uma porta. Estou muito contente com o resultado final. Espero que ela tenha sucesso. Beleza não falta ao salão, que não faltem clientes.

quarta-feira, abril 12, 2017

Tatuagens

As minhas primeiras (e penso que últimas) tatuagens vão ser feitas este sábado. É já um processo muito amadurecido na minha cabeça, mas confesso que uma me deixa um pedacito nervoso por ser muito visível. Mas é uma cena minha. Não é para ninguém ver, é para eu usufruir do conteúdo simbólico e espiritual das mesmas, A ver como corre e como me sentirei depois com uma marca permanente. 

Desfazer-me da barba: sim ou não?

Ontem dei por uma fotografia minha sem barba e pensei que há muito tempo que não me vejo de cara "lavada". Provavelmente vou rapar. Também cresce numa semana e não é por aí que o gato vai às filhoses, 

Dia 11 de Abril de 2017

Como o meu blogue funciona como um registo pessoal para mais tarde recordar, não me quero esquecer que o dia de ontem foi uma trampa. E que acidentes acontecem, mas haja paciência.