sexta-feira, Novembro 21, 2014

Sabedoria Mexicana


Cebola

Apesar de estar a viver uns tempos atribulados em vários sentidos. Não consigo deixar de pensar que estou a soltar camadas a caminho da renovação.  A questão é que para mim não é fácil manter a objectividade e não sei qual parte disto é realidade e qual parte disto é desejo. Tem de se ser assim. Não pode ser de outra forma. Está demasiada coisa a cair e a ser posta em causa. Tudo terá de ter um sentido. Se calhar não basta apenas escutar as palavras ou ver o que está a acontecer. Vai ser importante ler sinais que não estão nas coisas evidentes. Mas jurei a mim mesmo que se a aprendizagem é a paciência, não me vou precipitar. Vou ter calma. Não sou grande especialista em ter calma. Não sou uma ode à calma, antes pelo contrário, porque preciso de organização e quero ver sempre tudo a fluir, os encaixes no sítio. Daí que seja subtil como uma ceifeira debulhadora motorizada.  Devia preocupar-me com o motor. Apenas com o motor. Está a ser uma aprendizagem daquelas.

Férias

Não me apetecia ir de férias sozinho. E vou.

Musiquinha de hoje...



Want my love - Cathedrals

quinta-feira, Novembro 20, 2014

Descoberta de hoje



Birthmark - Cass Lowe

A amadurecimento.

“Crescer custa, demora, esfola, mas compensa. É uma vitória secreta, sem testemunhas. O adversário somos nós mesmos.”

Interstellar

Mixed feelings. Não posso dizer que o filme não esteja bem feito, não posso dizer que não existe um ação bem conduzida. Contudo, tal como o "Lucy" de Luc Besson, este filme aborda questões quase metafísicas e para lá da actual compreensão humana. Defender uma tese assim, necessita de um suporte visual que consiga mobilizar a capacidade do receptor de digerir a informação, por si só, muito densa. A solução encontrada não foi a melhor e o expectador desliga porque parece absurdo a utilização de algo que não compreende, a respeito de um assunto que se pretende credível. Não deixa por isso de ter ideias bastante interessantes.
 
13/20
 
 

quarta-feira, Novembro 19, 2014

Nós

“Nós não somos nós, somos o que damos.”
by Afonso Cruz

Ideias bonitas


Tell me, if I ever caught you
and kissed the arch of your foot,
wouldn't you limp a little after that
for fear of crushing my kiss?…

Nichita Stanescu

 

terça-feira, Novembro 18, 2014

Alguém me explica?

Não é suposto os gatos terem medo de água? Por que raio é que o Limão agora vai para dentro da banheira e fica com água pelos tornozelos e depois anda a patinhar-me a casa toda?

segunda-feira, Novembro 17, 2014

More than skin and bones...



Skin And Bones - David J. Roch

Don't lose your soul, you must fight for each breath
Don't go quietly...

sexta-feira, Novembro 14, 2014

teste à paciência...

Dia 07  - Ai isso não é nada. Uma infecção urinária
Dia 10 - Não tem bactérias o que é estranho, mas não se preocupe.
Dia 13 - Sem melhoras? Faça o antibiótico até ao fim. Melhoras só no fim,
Dia 23 - Isto é anormal para a sua idade. Mas não tem de se preocupar.
Dia 26 - As dores desaparecem. Fica bem disposto de novo.
Dia 29 - Análises más.
Dia 30 - Estes valores não estão bem. Claro que não é nada, mas fazemos todos os despistes.
Dia 31 - Ecografia com um aspecto normal. Não há nada a temer.
Dia 03 - Análises especificas más
Dia 04 - A ecografia afinal não está boa. Fará uma biopsia. Mas fique tranquilo. 
Dia 14 - Biopsia feita. Aguarde resultados.
Dia 09 - ...



E a novela continua...

quinta-feira, Novembro 13, 2014

quarta-feira, Novembro 12, 2014

Hoje ganhei o dia

Em setembro tive uma ligação casual com um rapaz. Mas houve ali um click e ficamos a conversar bastante. Acabei por passar a noite em branco e ainda voltamos a estar juntos, mas já sem sexo. Só numa de mimo e ver um filme da Disney. Vim embora de Praga e ficamos amigos no FB. Vamos falando de vez em quando e hoje ele disse-me:
 
«Tenho namorado desde o dia 10 de Novembro e ele é espetacular. Por tua causa fiquei a acreditar que pessoas como tu existiam e fui à procura. Obrigado.»
 
Raios me partam se não é uma das coisas mais bonitas que me disseram nos últimos tempos. Estou tão feliz por ele e estou tão feliz por mim. Não há nada melhor do ter uma influência positiva na vida de alguém.  
 
 

Fotos que correm mal...


terça-feira, Novembro 11, 2014

É a minha táctica


Something



Something in my heart - Royksopp ft Jamie Irrepressible

Mensagem hermética ou talvez não


segunda-feira, Novembro 10, 2014

A ter em conta

«O amor é como o corta unhas, nunca está onde a gente pensa.”

Devia ter mais juízo

“Não fale, não conte detalhes, não satisfaça a curiosidade alheia. A imaginação dos outros já é difamatória que chegue.”

Martha de Medeiros

E as coisas são mais ou menos assim...

Eu gostaria de ter um namorado da minha idade, os homens da minha idade querem miúdos de 25 anos e os miúdos de 25 anos querem-me a mim. Parece quase a "Quadrilha" de Carlos Drummond de Andrade.
 
Na realidade, para sexo, sou querido por diversos escalões de idade, mas para namoro só por gente muito mais jovem e normalmente com o argumento «tu és bem parecido, inteligente, cheio de interesses e vais puxar por mim e alargar os meus horizontes».  Não sei porquê, mas este argumento não me deixa lá muito descansado. E por mim quem é que puxa? Gostava mais de um argumento tipo «somos ambos pessoas de confiança, com interesses, e vamos acrescentar muito um ao outro».
 
Quando alguém invoca a experiência do outro para alargar horizontes, o que acontece depois quando os horizontes estiverem amplos? Goodbye Maria Ivone? Ando um bocado à nora com estes argumentos. Assim sendo, continuo  a minha vidinha e pode ser que um dia destes oiça o que gostava de ouvir.
 
A monogamia está assim tão fora de moda?
 
 

Mas já toda a gente dormiu com toda a gente?

Eu sei que não deve existir este preconceito da minha parte, mas seráque existe alguém que ainda não tenha ido para a cama com pelo menos 3 dos meus conhecidos? Só namorei uma vez com um rapaz que tinha sido namorado de um amigo meu e estava sempre a ouvir «mas ele ainda gosta de fazer X ou Y na cama? Ele era Z ou W.» Há pessoas que não se enxergam e jurei para nunca mais. Os anos passam e pelo que tenho visto parece estar tudo muito "batido". Parece que a única pessoa que ainda não dormiu com toda a gente fui eu. Por que é que acabo sempre a pertencer a minorias? Que sina.

sexta-feira, Novembro 07, 2014

Cereja no topo do bolo (wishlist)



 I didn't know I was looking for love until I found you - EBTG

Amor

Só vive sem amor, quem não tem amor próprio. A ideia de nos estimarmos deve ser primária a todas as outras. A auto-preservação e a auto-estima. Depois há as mais diversas camadas. O amor da família, o amor do companheiro(a), o amor dos amigos (sim eu acredito que também há amor entre amigos). Como dizia a Bjork «all is full of love, it's all around you».

Está à minha volta.   

quinta-feira, Novembro 06, 2014

Gargalhadas

Hoje obrigaram-me a ir a um jantar com o grupo de trabalho aqui em Bruxelas. Como ando demasiado preocupado, ainda tentei escapar. No fim de contas dei gargalhadas como já não me lembrava. Há muito tempo que não ria assim e venho de coração cheio. A noite nem parece tão fria,

Já alguém?



Has anyone ever written anything for you - Stevie Nicks

Disse-me ele...

Estou a observar-te.

terça-feira, Novembro 04, 2014

segunda-feira, Novembro 03, 2014

Felicidade/simplicidade

“Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes.”

by Martha Medeiros

No ordinary love (grande cover)



No ordinary Love - You + Me

Eu não conhecia, mas eles sim...

É super weird conhecer alguém agora. De repente percebo que toda a gente conhece essa pessoa. Mas não há ninguém que não faça parte das listas de todos (assim só de alguns já não era mau)?

Fácil, não é?

«how easy it is to be totally wrong about people, to see one tiny part of them and confuse it for the whole».

by Lauren Oliver

O que é demasiado sexy?

De repente comecei a utilizar a minha conta de instagram de uma forma que não fazia e pensei que é um fotodiário interessante. Meti uma das fotos que tirei a brincar com uma aplicação no FB. estava no sofá, deitado a brincar com a aplicação e saquei umas selfies. Para mim é apenas uma foto que ficou bonita. Estou em tronco nu, mas nem se vê os mamilos. Achei que sem querer ficou bastantes artística. Algumas pessoas levaram a coisa para o lado "sexy" e recebi mensagens privadas a dizer que estava a mostrar o corpo. Ou as pessoas não convivem bem com o corpo ou a mente leva-nos a sítios estranhos. Continuo a achar que a foto é simples e não é sexual. Mas vá-se lá saber. Se fosse há uns anos atrás em que eu era mais miúdo, o meu passo seguinte seria fazer algo verdadeiramente picante para provocar quem me tinha feito comentários. Mas nestas alturas é que percebo os efeitos positivos da idade. Não vou fazer nada. Mas fica uma pergunta na minha consciência. O que é demasiado sexy?

sexta-feira, Outubro 31, 2014

I've seen it all...



I've seen it all - Bjork  &Thom Yorke

I've seen it all, I've seen the dark
I've seen the brightness in one little spark.
I've seen what I chose and I've seen what I need,
And that is enough, to want more would be greed.

Saber.

Saber que afinal é ínfima a hipótese de estar doente com algo muito grave é um bálsamo extraordinário. Vamos ver se não esqueço estas "wake up calls".

quinta-feira, Outubro 30, 2014

Frases médicas...


Sankofa

Literally translated, this means “it is not taboo to go back and fetch what you forgot”.

“Sankofa” teaches us that we must go back to our roots in order to move forward. That is, we should reach back and gather the best of what our past has to teach us, so that we can achieve our full potential as we move forward. Whatever we have lost, forgotten, forgone, or been stripped of can be reclaimed, revived, preserved, and perpetuated.