terça-feira, setembro 30, 2008

Autorias

Hoje é um daqueles dia em que tenho a certeza de que sou o autor da minha vida.

Consciência ecológica


Depois de mais de 1 mês

Depois de mais de um mês sem ir à meditação lá consegui voltar ontem. Sem a menor sombra de dúvida o Sahaja Ioga é uma excelente forma de "purgar" o espírito do cansaço e da negatividade . Bom, pelo menos resulta para mim. Acordei leve hoje. Sinto-me solarengo.

bom dia.

Bom dia Mundoooooooooooooooooooooooooo...

segunda-feira, setembro 29, 2008

Um amigo

Procura-se um amigo. Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugadas, de pássaros, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor... Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve saber guardar segredos sem se sacrificar...
.
by Vinicius de Moraes

Experiência

Well, I know from experience
That if you have to ask for something more than once or twice
It wasn't yours in the first place
And that's hard to accept when you love someone
And you're led to believe in their moment of need
That they want what you want but they don't...

Dúvidas existenciais


Centro de Arte Moderna - Gulbenkian

Ontem foi dia de visitar, pela primeira vez confesso, o Centro de Arte Moderna da Gulbenkian. Foi uma bela visita pois pude estar frente-a-frente com algumas das brilhantes obras do Amadeo de Souza Cardoso. À saída, uma voltinha pelo jardins da fundação que não sendo os de Serralves, são igualmente agradáveis.

domingo, setembro 28, 2008

Queer Lisboa - Antônia

Quatro amigas desde sempre têm um sonho, cantar e levar o seu grupo «Antônia» ao estrelato. Como bem diz uma delas, não vale a pena levantar da cama de manhã se não se se tiver um sonho para correr atrás.
.
Ser mulher, negra, pobre e favelada não é fácil. Quase tudo corre mal, mas há pessoas que não deixam de acreditar no sonho, porque, para si, não pode ser de outra maneira. E se o sonho acontece, é porque algumas pessoas não aceitam um não e quando o plano B não resulta, bem... o abecedário tem 26 letras.
16/20

Queer Lisboa - Saturno Contro

O que fazer quando o elemento que nos liga à vida e/ou às pessoas que conhecemos desaparece? Há que reaprender a seguir em frente e recuperar a nossa ligação ao que existe. Há coisas que são para sempre. É isso que descobre um grupo de amigos quando um deles, o mais carismático e central, morre depois de um coma súbito. Não consigo contar mais do que o enredo. Acho que a forma como cada um vive o filme será diferente e especial. É melodramático, mas um dos filmes mais belos que vi nos últimos tempos. A amizade e o amor realmente existem.
.
17/20

sábado, setembro 27, 2008

Onde anda o arquitecto das coisas?

What is the architect doing?
He is by the riverside
What is he thinking out there?
He is committing egocide
Now isn't that a strange thing?
Well, to him it feels just
Oh we guess a person's gotta do
What a person feels he must

He said:"I won't throw myself from the pier
I'm gonna go home and shut up for a year
And when the year is over I'll reappear
And have a solution"

I've reason to believe that what I find
Is gonna change the face of humankind
And all these years before, well I was blind
That's my conclusion

by dEUS

Despedida

Roubaram-me os meus ténis cremes no ginásio. Tinham 9 anos e eles e os meus pés já se tratavam por tu. Aqueles ténis tinham uma história de vida comigo... espero que quem os levou os trate bem.

sexta-feira, setembro 26, 2008

Carla Bruni - Comme si de rien n'était

Depois do mal compreendido, mal empreedido ou mal amado No Promises, Carla Bruni voltou a acertar na receita. Comme Si de Rien N'était não tem o brilhantismo do primeiro álbum, mas anda lá perto. Conta com a mesma voz sussurrante sobre arranjos simples e sofisticados. É uma excelente banda sonora para um dia sereno. Estou fã.

Planos para noites de sexta feira


Coisas de que não gosto nada



Sem querer ofender quem gosta, as Crocs são das coisas mais horrendas e suburbanas que já vi na vida. Ainda compreendo que miúdos até aos 6 anos as usem, mas a partir daí... bleurghhhh...

quinta-feira, setembro 25, 2008

Hoje a minha mãe faz anos... e fico lamechas

Sei que corro o risco de parecer piroso, mas... adoro a minha mãe. É uma senhora muito pequenina, mas com uma enorme capacidade para armazenar amor e dedicação que distribui aos magotes por mim e pelo meu irmão. Nunca foi muito fácil com os filhos, sempre exigiu muito de nós e tem aquele tipo de sinceridade sem filtro, mas nunca nos falhou, nunca. Por isso, o que mais queremos é que ela dure muitos anos. Passou mais um, grão a grão...

Antecipação

Um amigo meu foi passar férias na Escócia e levou a minha morada. Disse-me que me ia escrever um postal. A última vez que recebi um postal manuscrito foi no Natal de 2006. Ando em estado de antecipação desde o início desta semana. Para mim é uma experiência extraordinária receber cartas e postais.

Queer Lisboa - Improvvisamente l’Inverno Scorso/Suddenly Last Winter

Mais um documentário. Um casal junto há 8 anos resolveu fazer um documentário sobre o que as pessoas pensavam acerca de dar os mesmos direitos dos casais heterossexuais a casais homossexuais. A ideia veio depois do Governo de Prodi ver vetada pelo parlamento uma lei que dava direitos aos casais a viver em união de facto e aos casais homossexuais. A lei não passou e gerou-se um caos de homofobia na televisão nas ruas, com manifestações da direita e outros grupos extremistas.
.
Acho que eles foram muito corajosos em ir às manisfestações de extrema direita (e não só) para entrevistar as pessoas e saber quais os argumentos contra. No fundo era isso que queriam saber, quais as razões para ser contra? As respostas são sempre as mesmas e, diria eu, maioritariamente mal informadas.
.
O que mais custou foi uma mulher dizer-lhes na cara «vocês estão juntos há 8 anos mas não são um casal, vocês pensam que são, mas não são, vocês pensam que se amam, mas não amam. Deus criou Adão e Eva.» Enfim...
15/20


quarta-feira, setembro 24, 2008

Sócrates e o casamento gay (por agora)

Sócrates disse hoje no debate quinzenal do Parlamento "O casamento de homossexuais não está na agenda política nem do Governo nem do PS. Não está no programa do Governo do PS e o PS não anda a reboque de nenhum outro partido".
.
O que me chateia mais que tudo é a parte em que ele diz que o PS não anda a reboque de outro partido. Isto mostra a mediocridade e o "terceiro-mundismo" da política portuguesa. Não importa que uma ideia seja boa, se não for do partido no poder é automaticamente aniquilada.


O desporto dá saúde?

video

Beautiful Me - Gregory Maqoma

Fui ontem ver na Culturgest o espectáculo Beautiful Me do coreógrafo sul-africano Gregory Maqoma. Não conhecia. Confesso que não sou particularmente fã de danças africanas, mas estava curioso em perceber o que é a dança contemporânea africana. O espectáculo mais do que de dança é uma performance, um pouco ao estilo do que já vi a Olga Roriz fazer, mas com ritmos africanos.
.
O que vi não foi imediato. Só em casa é que percebi o título, em relação com a homenagem à ancestralidade e à ironia associada aos textos debitados. «I'm an african dancer, I sell exotic stories to survive» disse ele. Querem maior ironia que isto?



terça-feira, setembro 23, 2008

Terapias alternativas


Finalmente decidi-me.


Este vai ser o meu novo bébé. A minha outra máquina já era muito limitada para as coisas que eu queria fazer. Agora, um novo mundo se abre. Com um bocadinho de sorte lá arranjo uns modelos porque não há nada como fotografar pessoas, captar o que está por baixo da pele que vestem.

Borboleta Sexual

Sou um curioso sobre tudo o que me rodeia e tento dedicar a mesma atenção a que coisa for sem o mínimo preconceito. A minha última descoberta foi a Borboleta Sexual. Vinha no carro para o trabalho e estava a dar uma peça sobre esta técnica de estimulação genital feminina (vulva e clitóris) com base no sopro, que pode ser apoiado por um instrumento com orifícios de saída de ar por onde o parceiro sopra. Aparentemente as mulheres podem ter, se correctamente estimuladas, 5 orgasmos de seguida. Mal cheguei ao emprego tratei de divulgar a informação. Gosto de ver os outros felizes e quem sabe não contribuí para a melhoria da vida sexual de alguém.

segunda-feira, setembro 22, 2008

Às vezes...

Às vezes viver custa como o raio, mas não há nada que valha tanto a pena...

Queer Lisboa - Bi the Way

O que é a bissexualidade? A bissexualidade existe? É uma moda, uma revolução ou uma evolução natural do ser humano? Nos EUA tem emergido a geração «whatever», rapazes e raparigas que tanto lhes faz se namoram um rapaz ou uma rapariga.
.
As autoras do documentário iniciam uma road trip por todos os Estados da América para descobrir a América bissexual e o que se pensa da mesma.
.
Excelente documentário que sem dar uma resposta precisa dá todo o material necessário para tirar conclusões. Pena que não tenha tempo para expressá-las aqui. Seria um tratado.
.
17/20

Música para quem recebe uma semana com boa disposição



Jason Mraz - I'm Yours

domingo, setembro 21, 2008

Coisas que me metem nojo

A justiça portuguesa mete-me nojo. O grande problema da justiça, não são exactamente as leis, mas quem as aplica. Os juízes são portugueses, com as suas mentalidadezinhas pequenas e burguesas.
.
Soube hoje de um caso de uma moça que era, desde os 12 anos, violada sistematicamente pelo irmão mais velho ao ponto de ter ficado grávida com 14 anos. Os pais eram coniventes e nem queriam saber da situação, ela que resolvesse o problema com o irmão. A rapariga lá conseguiu contar as coisas na escola. Tiraram-na de casa dos pais e o caso entrou na justiça. Pois bem, o juíz condenou o irmão da rapariga a pagar-lhe uma pensão de 60 euros por mês até ela fazer 21 anos e a não se aproximar mais dela. E mandou institucionalizá-la. Já está. É tudo.
.
Passaram 4 anos, desde o julgamento. Teve uma filha do irmão que entregou para adopção e vive numa casa de acolhimento, privada de tudo o que sempre conheceu. O "mano" continuou a viver onde sempre viveu, como se nada tivesse acontecido.
.
E eu nada mais consigo sentir que um profundo nojo.

Tomada de consciência

Hoje percebi que sou um (bastante) razoável intérprete da realidade.

Queer Lisboa - Jihad for Love

Um grande documentário. Há muito tempo que não via nada de tão pedagógico e tocante. Ser gay e ser-se muçulmano é, na maioria dos países do Islão, uma sentença de morte. Como conciliar as duas coisas. Presenciar o testemunho daqueles que nunca abandonam o seu Deus, mas que são abandonados por todos os que o professam é uma experiência que faz estremecer. Aconselho a toda a gente que "imagina" o que é ser homossexual numa sociedade heterossexista. Imaginar é tão fácil...
18/20

Queer Lisboa - Hatsu-Koi / First Love

ARRRRGHHHHH... Devolvam-me os meus 3,5 euros!!! Ok. Estou a brincar, mas não estou muito longe da verdade. O que parecia ser um filme muito ternurento acabou por parecer um mau filme da Madonna, mas isto também devido a ser uma demonstração do japonês médio que não corresponde à imagem fashion de Tóquio.
.
A ideia até não seria má de todo, mas o filme pareceu mais um ensaio amador de um miúdo de 17 anos do que um filme sobre costumes. Volto a referir que esta minha ideia pode ser em grande parte informada pela minha (falta de)compreensão dos modos e costumes japoneses.
10/20

sábado, setembro 20, 2008

Queer Lisboa - Barcelona (un mapa)

Um casal na 3ª idade são donos de um apartamento em Barcelona com 3 quartos alugados a 3 inquilinos: uma imigrante argentina, uma professora de francês e um futebolista fracassado. O marido está doente com cancro e eles querem que todos os inquilinos abandonem o apartamento em menos de uma semana, uma vez que ele quer morrer apenas na presença da mulher.
.
O argumento do filme desenvolve-se a partir deste desejo, e das interacções estabelecidas para o cumprir. Ficamos a saber um pouco do mundo interior de cada personagem e mais que tudo apercebemo-nos que não sabemos nada de ninguém.
.
São retratos de grande sensibilidade que nos fazem desejar saber quem temos ao lado e perceber quem temos ao lado.
17/20

Queer Lisboa - Chueca Town

Este filme abriu o 12º festival de cinema gay e lésbico de Lisboa. é uma comédia negra espanhola, muito ao estilo de Almodovar, com um argumento no mínimo insólito. Um agente imobiliário gay tem o sonho de tornar a Chueca (um bairro de Madrid), numa zona gay esteticamente e culturalmente sofisticada. Para isso, compra apartamentos a velhinhas para remodelar e vender a casais gay cultos e fashion. Quando as velhinhas não querem vender, ele simplesmente mata-as.

O filme acaba por ser, um pouco, uma sátira aos gays pseudo-intelectuais com sentimento de superioridade. Acho contudo que o filme foi levado um pouco longe demais. O humor é muito bom, mas de repente a cada 3 frases há uma piada. Torna-se um pouco demais. deixa de ser especial para ser banal.

14/20

Oh happy day!!

Este meu sábado tem sido belíssimo, a melhor maneira de o descrever é:
.
«Got my diamonds, got my yacht, got a guy I adore. I'm so happy with what I got»
.
E para que o feeling não fica-se apenas no ar, eu e o Batata viemos pelas ruas do Saldanha a cantar a música de onde sai este verso a bons pulmões. É que a nossa relação é uma relação com fôlego.
;-)

sexta-feira, setembro 19, 2008

Negócio da China

Hoje, a falar com o meu irmão ele disse-me o seguinte «queres saber qual é a melhor maneira de ficares milionário? Compras um espanhol pelo valor dele e vendes o espanhol por aquilo que ele pensa que vale». Não há nada como tentar ;-)

Coisas que me acontecem

No meio de uma reunião de trabalho com um parceiro estratégico do local onde trabalho foi referido o facto de eu ter ido ver o concerto da Madonna. Nesse momento o dito senhor abriu o computador e eu atirei com o telemóvel para dentro da mala. De repente começa-se a ouvir o Hung Up da Madonna e o senhor começa a olhar fixamente para mim, eu continuei a falar e pensei «o tipo colocou música no PC está a querer fazer-se de engraçado?», e durante os restantes 30 minutos de reunião continuaram-se a ouvir êxitos da Madonna. E no meio da conversa, às vezes, lá topava eu aquele olhar dirigido a mim. E eu a pensar «mas o gajo está a gozar comigo? O que vale é que a música está baixa». Despedimo-nos eu saí da sala e a música continuava. Pois... afinal era eu que estava a dar música. Quando atirei o telemóvel para a mala, o leitor de mp3 ligou-se. Corei até aos ossos. Senti-me terrivelmente idiota...

quinta-feira, setembro 18, 2008

Aprendizagens

"A palavra escrita ensinou-me a escutar a voz humana, assim como as grandes atitudes imóveis das estátuas me ensinaram a apreciar os gestos." by Marguerite Yourcenar

A realidade é real?


Emoções apaziguadas

Sem o coração (emoção) não se consegue uma ligação entre a mente e a mão, ou seja, entre a ideia e a realização. Se o coração estiver inquieto não se pode contar com ele pela sua instabilidade e imprecisão. É disso que todos precisamos de um coração em bom estado de funcionamento.

quarta-feira, setembro 17, 2008

POP...

É um som que se ouve quando a rolha salta.

E o estado de espírito hoje foi...

And the ground gave way beneath my feet
And the earth took me in her arms
Leaves covered my face
Ants marched across my back
Black sky opened up, blinding me
I ran to the forest, I ran to the trees
I ran and I ran, I was looking for me
I ran to the lakes and up to the hill
I ran and I ran, I'm looking there still
And I smelled her burning flesh
Her rotting bones
Her decay
I ran and I ran
I'm still running away
.
mer girl «m.ciccone»

I feel soooooooooooooooo...

...out of gas today!!!

terça-feira, setembro 16, 2008

Dúvida existencial


Não consigo perceber se isto é desporto ou se é a aplicação de um clister em versão shiatsu.

Leituras

Li este livro em 4 dias, 520 páginas. É claro que 6 horas passadas num comboio ajudaram, mas o livro é mesmo bom. Uma biografia histórica romanceada. Depois de ler este livro, não acredito que haja alguém que não sinta uma vontade incontrolável de ir para a Wikipédia saber mais sobre a Dinastia Joanina (ou Dinastia D'Avis) e essa grande figura que foi a rainha Filipa de Lencastre. Não fosse o parolo do D. Sebastião e esta dinastia poderia ter andado por aí mais uns tempos.

segunda-feira, setembro 15, 2008

Paraolímpicos - YOU GO PEOPLE!!!!!

Até agora os atletas portugueses já conquistaram 7 medalhas. É uma bofetada de luva branca nas trombas do Comité Olímpico de Portugal. Quem é obrigado a dedicar-se ao desporto em part-time por falta de bolsas desportivas é que traz os melhores resultados...
Lembro-me do Chefe da Comitiva Olímpica ter dito que os nossos atletas olímpicos eram «um grupo bom e bonito». Os nossos atléticos paraolímpicos não são «um grupo bom e bonito», são «um grupo dedicado e eficiente» e deixam-me muito orgulhoso.

Madonna - Sticky and Sweet Tour - Parque da Belavista

O dia aproximou-se e eu nem dei por ela. Sábado à noite lá estive a tratar da logística porque às 5 da amnhã tinha de acordar para estar às 6 da manhã no parque da Belavista. Desta vez tinha de a ver bem perto e com 80000 pessoas (a contar com convites) corria o risco de ficar a léguas.

Éramos um grupo de 5 o que sempre ajudou a passar o tempo até às 17.30 hora em que abriram os portões. A organização das entradas não foi nada boa e quem passou lá a noite entrou ao mesmo tempo dos que chegaram às 10 da manhã. Portanto, assim que passei o torniquete foi "correr pela vida".
.
Fiquei a 5 metros do palco. Um bom lugar. Diverti-me imenso, andei aos pulos e a cantar com o Batata e estava radiante de estar ali com o Nuno e com a Susaninha, porque os bons amigos dão sempre cor a estas situações.
.
As duas horas de espetáculo passaram num instante. A Madonna esteve incrível. Gostava de ter metade daquela energia aos 50 anos. E o show é pensado ao milímetro e a execução perfeita.
.
Tive muita pena de grande parte do público ter passado o tempo todo a tirar fotografias e a filmar. Não dançou, não cantou, não andou com as mãos no ar. Achei isto deprimente. Muito português, muito saloio. E as pessoas ainda tinham a lata e tentar desviar as mão de quem estava a curtir a música para tirar fotografias. A Madonna deu um microfone a um rapaz para ele cantar, mesmo à minha frente, e ele em vez de cantar espetou a máquina na cara dela e começou a disparar e ela foi embora. Achei triste. Muito triste.
.
Mas contas feitas, o concerto foi mesmo excelente. The Queen of Pop is very alive, long live the Queen!!

Descoberta de segunda-feira

O presidente da instituição onde trabalho teve um ataque de diarreia mental durante este fim de semana, alguém lhe arranja um Imodium?

sexta-feira, setembro 12, 2008

Sou falho

Sou um ser humano e sou falho. Isto não é desculpa para nada. O que é mau é não perceber quando estou a falhar. Essa é, porventura, a falha maior, aquela que eu gostava de não ter. Sou exigente, comigo e também com os outros. Não sei quando parar. Sempre tive esta ideia de que não era melhor do que ninguém, nem mais forte do que ninguém. Por esta razão entendo que toda a gente tem a capacidade de fazer o mesmo que eu, é a porra de uma tendência. Então perante adversidades, se estas não se resolvem com a minha rapidez ou desenvoltura parece-me pouco, porque eu já me encaro como o mediano e abaixo disso é o fraco. Poderá haver aqui mais falhas de entendimento algures. Sou humano e por isso sou falho, mas isto não é desculpa para nada.

Este blog diz...

Importante não esquecer...

Nós somos o mundo!

Vêm aí 2 grandes festivais de cinema


quinta-feira, setembro 11, 2008

Esqueci-me totalmente do 11 de setembro

Há pouco estava eu a ler um blog (de raspão, porque sou um trabalhador aplicado) quando vi uma referência ao 11 de setembro com as imagens dos aviões a embaterem nas torres. Lembrei-me que me tinha esquecido completamente do 11 de Setembro. Ficou-me na cabeça o que o 11 de Setembro significou, mas essa imagem poderia ter acontecido em qualquer outra data. O mundo avança e nós esquecemos. Às vezes estamos tão dormentes com as nossas vidas que é muito fácil esquecer.
.
O que me consola é que no meio disto talvez tenha um problema de datas. Também não sei o dia em que a Gisberta (transexual barbaramente assassinada no Porto) foi morta, mas nunca me esqueço disso. Nunca me esqueço da crueldade gratuita, da estupidez humana. Não me tira o sono, não me deprime, mas não me esqueço. Dá-me apenas a capacidade de querer melhorar o que posso e de conseguir ignorar o que não pode ser mudado.

Modos de activar a economia


Epá, que dia...

Estou com uma soneira desgraçada, mas mesmo desgraçada. Devo andar sonâmbulo porque apesar de dormir, acordo como se tivesse corrido os 110 barreiras, mas a bater com a testa em todas as barreiras. Dias melhores virão.

quarta-feira, setembro 10, 2008

As novas tecnologias arrasam com a produção de anjos


Jantar em casa de amigos/falta de homens heterossexuais no "mercado"

Ontem estive a jantar em casa de uma amiga de muitos anos. Tem 34 anos, um sentido de humor fantástico, uns olhos lindos, independente e sem namorado. Claro que veio à baila a conversa da incrível falta de homens heterossexuais disponíveis. A oferta anda muito fraca, os que existem não querem compromissos e preferem andar com as miúdas de 24 que, para já, só querem divertir-se e dar umas quecas fáceis.
.
Bem, alguma coisa deve estar a acontecer porque conheço 6 raparigas entre os 30 e 35, giras e inteligentes cujo o único porblema que têm é querer um relação estável com vista à durabilidade. Será que os tipos que existem, ainda livres, se sentem ameaçados? Um amigo meu confessou-me que uma mulher que sabe muito bem o que quer o assusta, em especial se estiver orientada para a constituição de família.
.
A minha amiga de ontem dizia-me «nem me importo de arranjar um rapaz feio e baixinho, desde que tenha sentido de humor e goste mesmo de mim». Parece que o tempo das vacas magras chegou para as raparigas nos 30s.

Porto, sol e bolo de amendoim

Ontem estive no Porto. Estar no Porto com sol é uma experiência única. Muda tudo. No entanto confesso que o que mais me atrai no Porto é uma coisa que pouca gente conhece... o bolo de amendoim. Pode comprar-se na rua da Santa Catarina e é um exclusivo de uma pastelaria que agora não me lembro do nome (que conveniente, não é?). Trouxe um carregamento de bolos de amendoim para Lisboa, entretanto reduzido a metade. A gula é um pecado mortal, mas é o mais delicioso dos pecados.

terça-feira, setembro 09, 2008

Olha...

Vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem! vai tudo correr bem!vai tudo correr bem! vai tudo correr bem!

Mensagem

Oh, why you look so sad?
Tears are in your eyes
Come on and come to me now
Don't be ashamed to cry
Let me see you through
'cause I've seen the dark side too
When the night falls on you
You don't know what to do
Nothing you confess
Could make me love you less
I'll stand by you

So if you're mad, get mad
Don't hold it all inside
Come on and talk to me now
Hey, what you got to hide?
I get angry too
Well I'm a lot like you
When you're standing at the crossroads
And don't know which path to choose
Let me come along
'cause even if you're wrong
I'll stand by you

by The Pretenders

segunda-feira, setembro 08, 2008

Gosto da arte da Geraldine Georges...gostam?




Concordo (em grande parte) com isto

Razões e “razões” que levam muita gente a ter filhos:
inércia; cumprimento de expectativas sociais; agradar à geração anterior; confirmação do estado de adult@; estatuto social; desejo de ver uma criança parecida consigo; projecção nessa criança do que se é ou do que não se conseguiu ser; sentimento de posse; reforço da feminilidade, masculinidade, heterossexualidade; fantasias walt disney de família; poder dizer-se que se é pai/mãe (de preferência biológic@, o resto não conta…); ter alguém que goste de nós incondicionalmente; ter alguém que nos obedece e respeita; …

Razões que levam pouca gente a ter filhos:
entrar na aventura e no desafio de criar e educar um ser humano a quem se ama incondicionalmente, porque se escolheu, biológico ou não, com ou sem paternidade legal.

via Os tempos Que Correm

domingo, setembro 07, 2008

Conselho para semana de trabalho




Tarde à beira da piscina

Passei ontem uma bela tarde à beira da piscina, entre colegas e amigos. Tudo esteve perfeito, os anfitriões, o tempo, a água da piscina, a disposição dos convivas. Fiz pela primeira vez um folhado de esparregado e queijo que, pelos vistos, foi um sucesso e provei a sobremesa de chocolate mais calórica da galáxia.

Eu e o Batata aproveitamos o sol até ao último raio e fomos os últimos a sair da piscina. À noite, já em casa, o cansaço era tanto que adormeci no chão da sala em cima do tapete. Felizmente alguém me levou para a cama.

Mamma Mia

Estão a ver aquele filme que é tão mau que acaba por ser bom? O Mamma Mia é um pouco assim. O argumento não é nada de especial, os desempenhos (com a excepção das actrizes cinquentonas) não são nada de especial, mas o filme acaba por funcionar. Porquê? Porque a música dos Abba é mesmo intemporal, porque o kitsch continua a ser irressístivel e porque os actores e actrizes que fizeram o filme (em especial a Meryl Streep) divertem-se como uns loucos. Em vários momentos pensei que queria estar na pele deles a divertir-me daquela maneira. Pensei que se as pessoas envelhecessem sempre assim, com aquele espírito, então envelhecer não seria nada de problemático. It's all about having fun!!
.
Ps. A ilhas gregas ficaram a chamar por mim...
.
.
14/20

sexta-feira, setembro 05, 2008

quinta-feira, setembro 04, 2008

Momento poético do dia

Principiamos onde o outro acaba
pois um ao outro oferecemos mais
que a verdade consentida a cada um,
a vida inteira descobrindo
a nossa vida
no mistério paralelo revelado.

by «Hélder Macedo»

Coisas que estão «à frente do olho»


Porque é que...

... insistimos a sonhar em sentido contrário ao movimento da realidade? A estrada é a mesma e quando a realidade nos apanha de frente ficamos feitos em cacos.

quarta-feira, setembro 03, 2008

Coisas que não se querem saber


Jogos Paraolímpicos Pequim 2008

Com apenas 6 participações nos jogos Paraolímpicos, Portugal é o 36º país no ranking dos medalhados com 24 medalhas de ouro (à nossa frente estão 27 países com 7-12 participações). Parece-me um palmarés bastante invejável, o que não é invejável é o apoio e os prémios que estes atletas recebem por comparação aos atletas olímpicos.
.
Não me faz diferença nenhuma se um atleta ganhou uma medalha de natação na categoria de amputados das 2 pernas. Ele está a representar Portugal entre os seus pares e eu sinto-me orgulhoso por isso. Aliás, sinto-me ainda mais orgulhoso porque esse atleta não cruzou os braços perante a adversidade da deficiência. Sinto-me inspirado por estas pessoas.


Os Jogos começam a 6 de Setembro e desejo aos nossos atletas o maior sucesso.

terça-feira, setembro 02, 2008

Frases célebres de filmes 8


«You don't know if you want to hit me or kiss me. I get a lot of that.»

Breathless Mahoney in Dick Tracy (1990)

Depois da letra... a música




Ma mémoire sale - Alex Beaupain ft. Louis Garrel

Acontece onde eu trabalho (e em todo o lado?)


Ecografia XPTO...

De acordo com a ecografia XPTO (se esta não se engana) eu vou ser tio de uma menina chamada Leonor. A julgar pelos pais, caso não fuja à herança genética, vai ter uns olhos castanhos muito escuros e pestanudos.

Humor pós fim-de-semana prolongado