terça-feira, novembro 10, 2015

Exibicionismo...ou não (parte II)

A minha pergunta é a mesma:
Consideram que existe alguma coisa de exibicionista ou indecente/sexual nesta foto?

13 comentários:

O Anfitrião de Lisboa disse...

Acho piada juntares o indecente com sexual. :-p
Não acho que tenham necessariamente um a ver com outro.
Esta imagem:
Exibicionista sim.
Indencente não.
Sexual sim.

Anónimo disse...

Compreendo ... mas continuo a dizer que não ... falta o contraste cromático ... :)

Magg

Eolo disse...

Coisas sexuais para mim têm que ter cara.

Horatius disse...

Concordo com o anfitrião...

Goodblog Badblog disse...

apenas exibicionista. Por isso mesmo interessante mas não indecente.
Indecente seria sem cuecas mas nesse caso seria ainda mais interessante.

No Limite do Oceano disse...

Ambas são para mim mas com fins diferentes.

N a m o r a d o disse...

Sempre te achei menos complexado lol

silvestre disse...

@todos: Resolvi fazer este exercício de forma anónima para poder analisar as reacções das pessoas e tentar perceber melhor uma situação. Esta foto é minha e está publicada no meu perfil de Instagram. Para mim é apenas uma foto interessante que tirei enquanto estava deitado. Tem gerado reacções diversas. Algumas muito sexuais e outras de reprovação. Mas a minha questão prende-se com o conteúdo intrínseco da mesma e com a valorização do corpo. Se fosse uma fotografia em que o protagonista fosse o mesmo protagonista da foto 1 do post anterior, parece-me que não causaria o mesmo tipo de reacção.

Um amigo disse-me que não podia seguir o meu Instagram porque, às vezes, continha fotos demasiado sexy e como o perfil não estava privado, não se sentia bem em ser associado ao mesmo. Duas amigas que são mães também acham a foto demasiado sexy e desamigaram-me porque vá, vamos imaginar que a criança brinca com o telemóvel e vê um homem em cuecas. Também já vi invocada a minha posição profissional e a minha idade como factores dissonantes deste tipo de imagens. Finalmente, um amigo blogger também achou que a foto era "forte" brincando com o facto do meu namorado poder importar-se ou não.

Vou continuar a fazer exactamente a mesma coisa. Gosto muito de fotografia. Não fotografo só corpo, fotografo a cidade e o meu gato, mas gosto muito de fotografar corpo e o meu e o do meu namorado são os que tenho mais à mão (fiz uma foto do meu namorado em cuecas que ele usou para foto de perfil no Facebook e também as pessoas comentaram, somos realmente um povo envergonhado). Que, se apresenta sem ser vestido fora do contexto da praia também é apelidado de exibicionista (bom, eu já fui apelidado de exibicionista por estar em fato de banho dentro de água, num calendário da blogosfera numa foto para o mês de Agosto).

Não estou complexado e a vida segue igual, mas às vezes apetece-me pensar estas coisas em conjunto com outras pessoas. E ver as pessoas abrirem um pouco mais a mente. O erotismo, sexualidade, conceito de indecência, estão na cabeça de cada um e não numa foto. É o observador que lhe atribui significados mediante a sua experiência e estrutura emocional.

Eu procuro sempre fazer fotos que sejam um reflexo do meu conceito de beleza estética. A foto para mim é isso mesmo. Um momento em que se produz algo que eu acho bonito (e no caso do corpo tanto pode ser um joelho, como peito desnudo, as pernas ou o rabo ou a orelha.

Fotografar é um exercício de construção estética e de liberdade. O resto é o resto.









Anónimo disse...

"É o observador que lhe atribui significados mediante a sua experiência e estrutura emocional. "

Concordo plenamente com a afirmação por outro lado... a conotação que uma imagem emprega nos olhos de quem vê pressupõe também uma certa empatia entre criador e observador.
Que ponto de vista pretendeu o "artista" atingir o espectador com a obra ?

Não está somente dependente de quem vê mas também de quem a cria.

Em relação à estética artística do corpo humano, aí já entramos num campo mais complexo...

Qual a linha que separa a "vulgaridade" da arte ? É a sensibilidade, história de cada um? A existência de um ponto de vista raro?
A produção já existente e consequente conotação ?

Julgo que se prende com a educação de cada um. Infelizmente estamos a transformar-nos numa sociedade
em que ver um corpo mais desnudado sem tabus se equipara a ver um frango vivo... É cada vez mais raro... Sempre pensei que com o evoluir dos tempos a coisa evoluísse no sentido contrário... pelos vistos não .

Magg

Joaquim Gomes - joaquimgomes.sintra@gmail.com disse...

Não acho de forma nenhuma errado ou exibicionismo. Acho que a foto é sexy e tendo em conta a forma como as pernas estão posicionadas pode ser um pouco conotada de forma sexual mas, em todo o caso, o que interessa isso aos outros? Quem gosta vê e aprecia. Quem não gosta que siga em frente. Acho que pessoas armariadas sentem-se ameaçadas porque querem e gostam de ver mas não querem que os outros depois saibam o que andam a ver ou lidar com aquilo que depois falam, não de ti, mas de quem te vê e obviamente te acha graça.
Tratemos as coisas como elas são e digamos sem reservas que tu és um homem sexy, um homem bonito e pela tua inteligência um homem cativante. E isto apenas pelo que vejo de ti neste blog pois não sou teu seguidor instagram ainda... agora procurei-te por silvestre para comparar esta com outras fotos mas não te encontrei.
O teu sentido estético a mim parece-me perfeitamente normal e acho que o problema não está em ti mas sim na cabeça das pessoas e acho lindamente que te fotografes e que fotografes o teu namorado. Haverá muitos que criticam com inveja daquilo que és fisicamente, daquilo que és psicologicamente e do que tens a nível sentimental mas isso não interessa a ninguém nem tão pouco a tua idade interessa pois tomara muitos novos estarem como tu estás.
Em relação às imagens anteriores e a esta tua as pessoas só falam porque o corpo é bastante diferente e tu és mais alvo de objectivação do que as imagens anteriores, mesmo que as posições pudessem ser as mesmas, seja como for eu tenho um corpo semelhante ao teu e o meu namorado um corpo como o da primeira foto do post anterior. Para mim ambas as fotos são sexys mas exibicionismo... bom para isso terias de ter o rabiosque ou o menino de fora orgulhosamente exibido. Nem estas fotografias são exibicionistas nem a tua foto do calendário por isso continua a partilhar imagens que nós gostamos de ver

No Limite do Oceano disse...

Continuo a achar o mesmo, fotos com fins diferentes, se bem que se um dos outros da outra foto tivesse na mesma posição que tu iria pensar o mesmo, e acho que quando alguém se sente bem na sua pele, a opinião de terceiros deverá de ter pouca importância.

Little Tiago Boy disse...

Exibicionista sim. Indecente/sexual não. Eu também já passei pelo mesmo. Somos muito complexados mas lá no fundo, toda a gente gosta de ver este tipo de fotos.

Sérgio disse...

As reações de cada um dependem dos critérios ou padrões por que cada um se pauta e dos contextos em que estas fotos são apresentadas. Concordo com a classificação do anfitrião, mas parece-me que o cerne da questão não é a rotulagem mas o contexto. Tb não estará em causa a tua liberdade em publicar estas fotos nem a liberdade de esses teus amigos deixarem de seguir essa tua conta. Tb não me parece que o foco seja a definição de "fotografar".
Facebook, Instagram ou blogger (este blogue), são contextos diferentes que merecerão critérios diferentes, e que terão reações tb distintas.
Compreendo perfeitamente os comentários dos teus amigos e eu provavelmente teria atitudes semelhantes. Também tenho uma filha, que também usa redes sociais e o meu pc ou tlm, e naturalmente que me preocupa o que os meus amigos possam partilhar nessas redes, assim como sou criterioso com o que partilho (e com quem partilho).
Tenho um grupo de amigos muito vasto com filhos das mesmas idades e abordamos frequentemente questões relacionadas com aquilo a que os nossos filhos estão expostos.
Infelizmente não há grande filtro...
abc