segunda-feira, fevereiro 06, 2017

Moonlight

Gostei mesmo muito. Tal como o «Manchester by the Sea» este filme centra-se na contenção e na recusa de sentir por parte do personagem principal. Não é um filme bonito porque fala de coisas feias, mas também nos deixa ver que nos terrenos mais inóspitos também há vida e pode até existir redenção. Nada é preto e branco. O filme explora alguns desses matizes. Gosto particularmente do Juan, o traficante de droga como personagem que explora as ambiguidades. Muito bem dirigido diria, apesar de uma certa estética de sedução (em partes) que talvez tivesse evitado, mas não são os meus olhos. O realizador quer mostrar o que é aquele personagem aos olhos do personagem principal.

18/20

4 comentários:

Homem, Homossexual e Pai disse...

preciso assitir esse, manchester by the sea foi uma incrivel surpresa! obrigado por compartilhar silvestre abs

No Limite do Oceano disse...

Espero também ver mas será em casa.

Goodblog Badblog disse...

Muito engraçado este post porque vi o Moonlight ontem à noite e pretendo ver Machester by the sea esta noite

Adolescente Gay disse...

Olá!
Quero ver este filme! =D
Beijinhos e porta-te mal!! ;)