sexta-feira, dezembro 11, 2015

Árvore de Natal - Uma história de sobrevivência (dia 2)

O meu rapaz ontem esteve de folga e pela tarde adormeceu. Quando acordou ao som de uns barulhos esquisitos estava o Limão enfiado no meio da árvore entalado nos ramos (a dita árvore tem 2.30 com estrutura de metal). Muito calmamente foi buscar o borrifador da roupa, retirou o limão da árvore e deu-lhe um banho no focinho. O Limão não voltou a subir à árvore no resto do dia. 

Estava eu a estender roupa por volta das 23h quando deu um roce na árvore e um sino abanou o Limão saltou tipo guerrilheiro de um canto da sala e arrancou o sino. Levou um banho com o borrifador e depois de ir comer (ele quando fica mesmo irritado vai comer, só não é bulímico porque não sabe meter a pata à boca) ficou amuado no sofá dele. Hoje de manhã a árvore estava intacta e assim se passou o dia 2. 

1 comentário:

N a m o r a d o disse...

O Limão é uma criança e está excitado com o Natal. É normal. Já lhe compraste as prendas?