quinta-feira, novembro 22, 2012

Make me... (afundado pelo puritanismo)

O último single da Janet Jackson, como os anteriores, afundou completamente. Tenho pena porque é uma canção actual, mas à antiga. A mim dá-me vontade de dançar (muuuuuuita) e merecia estar nos Tops deste mundo e adjacentes. Duvido voltar a ver a Janet Jackson no topo das tabelas de vendas, o episódio do "nipplegate" (mamilo desnudo durante o SuperBowl de 2004) arruinou-lhe a carreira para sempre. O puritanismo venceu. A Madonna lá conseguiu ter outra hipótese depois do Erotica, mas estamos a falar da Nossa Senhora da Reinvenção e, em especial, porque foi mãe o que reabilitou a sua imagem pública aos olhos dos compradores que não são os fãs do costume. A Janet não voltou a ter outra hipótese e as tabelas de venda não voltam a ser o mesmo sem ela. O groove Janet é único e faria tão bem a um mundo povoado pelas Rihannas da vida.  Lamento. Só espero que ela não deixe de fazer música.
 


Make Me - Janet Jackson

2 comentários:

Alex disse...

Eu não sou fã da senhora, mas acompanhei o episódio lamentável após o sucedido. Ela lamentou-se que um país com cenas tão graves de guerra exterior e crime interior, tenha dado mais importância àquilo. São uma cambada de puritanos dementes. Se a maminha fosse feia, perceberia o desgosto, mas a cena até saiu bem fixe e erótica.

iLoveMyShoes disse...

Não conhecia a música. Bem gira!! :)