quinta-feira, maio 29, 2014

Quem és tu Silvestre?

Há dias esquisitos. Ontem à noite alguém me disse, quando te conheci não gostei nada de ti. Causas uma péssima primeira impressão. Precisei de tempo para perceber que tinhas muita profundidade.  Hoje alguém que falou pela primeira vez comigo a  sério disse-me «Quem és tu Silvestre? Não sabia que tinhas uma personalidade com essa profundidade» (aqui comecei a pensar que devo passar uma impressão de anormalóide de primeira). De repente queria responder e resolvi usar as palavras do Diogo Vaz Pinto:
 
«Acredito no dia seguinte - em sair da cama feio como quem nasce de um pesadelo,
mas com uma vaidade ...que podia dar vida a cem bibliotecas.
Acredito no que me apetecer.»
 
E a realidade é que me identifico mesmo com este trecho. Assim lhe respondi quem era eu.

4 comentários:

Ricardo - Uma Outra Face disse...

Adorei o excerto :)De onde é?

silvestre disse...

Sei de quem é apenas. Foi uma amiga que me mostrou há uns bons tempos.

Namorado disse...

Não és nada amormalóide, mas és um pouco distante e bruto LOL (pelo menos foi a imagem que criei), mas com o tempo vejo que és muito fofinho (ah ah ah) e um tipo muito decente, com valores e com um grande sentido de humor e de encaixe das piadas. Mas já se sabe que nestas coisas, quem lê "desenha" a sua personagem e muitas das vezes não corresponde à realidade.

silvestre disse...

@namorado: parece que sou muito "butch" à primeira ;)