segunda-feira, abril 20, 2015

A minha mãe e o domingo feliz...

Um dia ainda vou escrever aqui um texto biográfico sobre a minha mãe. Também falta escrever um sobre o meu pai, mas há tanto para dizer que parece sempre pouco tudo o que eu possa dizer. 

Quando fui operado à coluna a minha mãe veio para a minha casa para ajudar no que fosse preciso porque o namorado trabalha e eu não podia ficar sozinho. Esteve cá três semanas e deu-se muito bem com o namorado com quem, até à data só tinha estado uma noite a jantar. Uniram os dois esforços para me fazer a vida o mais fácil possível.  Como as minhas melhoras nunca aconteceram acabei por lhe pedir para ir para casa, uma vez que ela ficava transtornada quando as minhas dores apertavam. 

Acabei por me habituar ao mal-estar e agora tenho ordem para andar e alternar entre o deitado e o estar de pé. Aproveitou para marcar um almoço a casa dela no domingo. Quando cheguei vi que tinha cortado o cabelo como eu gosto de a ver, preparou um entrecosto assado no forno porque eu andava a falar nisso há semanas, um arroz doce maravilhoso e uma salada de frutas espectacular para o namorado porque se lembrou de ele dizer que adora salada de frutas. 

O meu irmão lá estava também com a sua garrafa de vinho alentejano, como manda o figurino, e fartamo-nos de rir e conversar. Um verdadeiro almoço de família onde só faltava a minha sobrinha para estar a família completa. 

Gostei dos detalhes da minha mãe para com o namorado que já estima, como ela me disse «quem trata tão bem o meu filho só pode ter o meu afecto». E mais uma vez a minha mãe, com o seu metro e meio, mostra-me que é enorme. Somos uma família e ela sabe gerir a família como ninguém. 

10 comentários:

Ricardo - Uma Outra Face disse...

Opá, que bonito! E ainda bem que assim é. Que bom Silvestre

Anónimo disse...

as melhoras rápidas rapaz

=) m.

Unknown disse...

Cirurgia à coluna deve ser do pior. Espero que estejas a recuperar a passos largos.
A minha relação com o meu namorado não é oficial mas, ao fim de 20 anos a morar juntos, ninguém é burro ao ponto de pensar que estamos a dividir despesas, não é?
Agora, sempre que vou a casa perguntam pelo V e também já me disseram, "se estiveres bem, nós estamos bem"... fiquei super emocionado com estas palavras. Agora, ela sabe que eu sei que ela sabe :')

Mark disse...

É bonita essa relação que brotou entre a tua mãe e o teu namorado. Bonita e rara, ao que vou ouvindo. :)

As melhoras, Silvestre.

No Limite do Oceano disse...

:-) É bom saber que há famílias que unidas é sinónimo de boa disposição.

Horatius disse...

Tens uma grande família!

silvestre disse...

@todos: de facto sou muito abençoado pela mãe e irmão que tenho. E até a minha sobrinha é uma luz. Para ela o tio ter um namorado também é normal.

Namorado disse...

Gostei muito.

um coelho disse...

É impossível, no meu caso pessoal, não sentir uma pontinha de inveja (saudável) de teres uma família assim. :D

João Roque disse...

A tua Mãe é uma pessoa 5* e deves ter um grande e justificado orgulho por isso.
Sempre apresentei os meus namorados (não tive muitos) em casa e sempre os consideraram como não estranhos.