quarta-feira, abril 22, 2015

Gajos pouco claros - Gajo 1

Conheci o Gajo 1 através de um amigo, na altura namorava o meu ex, e ele  disse-me que sentia uma enorme química comigo que eu era muito porreiro.  Fiquei contente porque ele era bastante simpático e nunca digo não a novos amigos. Comecei a ser adicionado às saídas do grupo deles e estava bastante contente por ter pessoas novas na minha vida.

O Gajo 1 pediu-me amizade no Facebook, número de telefone e parecia promissor até uma saída em que 3 de nós fomos tomar banho numa barragem em cuecas. As cuecas não secaram e tivemos de tirá-las antes de vestir os calções. No carro adormeci porque estava podre. 

No dia seguinte começaram as conversas de FB, «ontem no carro adormeceste e a tua perna ficou colada à minha». Ao que respondi que não tinha dado por nada porque estava a dormir. Depois seguiu-se o «apesar de te teres virado ontem eu vi-te a pila. agora só me falta vê-la de pé e olha que eu sou capaz de fazer maravilhas na cama, olha que aguento como ninguém». A esta conversa bastante explícita «respondi que certamente que ele era maravilhoso na cama, mas que eu tinha namorado e por isso não ia acontecer nada». Ele simplesmente respondeu «mas qual é o problema? ninguém tem de saber dos nossos conhecimentos, só tu e eu». Eu respondi que eu ficava a saber e que não fazia isso.

Seguiu-se mais uma ida à praia, seguiu-se mais uma ida a um evento conjunto, mais algumas conversas sobre aquilo que eu estava a perder e como era bom na cama. E a minha resposta cordial a agradecer a preferência, mas que não obrigado.

A última conversa que tivemos foi sobre o facto de eu uma conhecer uma prima dele. A seguir a isso apagou-me do Facebook e mais tarde o amigo que nos apresentou, disse que tinha estado num jantar em casa  dele e que se tinha falado no meu nome e que ele disparou numa raiva enorme e a falar mal. Não percebia porquê. Eu tenho as conversas de Facebook guardadas. Lá está o porquê. Embirro profundamente com pessoas que me vêm com a conversa da amizade e depois é isto. E este foi apenas um deles. 

10 comentários:

M. disse...

tu guardas as conversas do fb? bem, no tempo do mirc, eu também as guardava. :p
não te aborreças. esse tipo de gente nem merece um décimo do teu pensamento.

JJ disse...

Infelizmente isso é recorrente hoje em dia.
Também já escrevi um post parecido sobre as ditas falsas amizades.
Engraçado como vêm com a história de ninguém saber como se o problema fosse os outros saberem e não a nossa consciência pesada por trairmos as pessoas que mais amamos.
Enfim, imbecis.

silvestre disse...

@margarida: guardo conversas, guardo e-mails, tudo o que posso desmentir pessoas que descubro serem mal intencionadas ou pouco fieis à verdade. só como medida de protecção. Mas confesso que nunca olho para as mesmas :)

Namorado disse...

Sempre me disseram para andar tapadinho. A mãe sempre teve muita sapiência lololol

silvestre disse...

@JJ: este é só um caso.

silvestre disse...

@namorado: as pessoas têm de ser capazes de passar pelo factor corpo. vê lá se não acabei por ganhar com o meu rapaz ;)

um coelho disse...

Bolas, há por aí gajos a bater muito mal...

Horatius disse...

Se o rapaz faz maravilhas ou não, não sei. Mas andava muito mal fodido, pelos vistos xD

Superfunky disse...

Existem pessoas que não sabem levar um Não!

João Roque disse...

Enfim, gente complexada...